segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Open de supino em altos

Local: ginásio poli esportivo

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Técnicas de Supino utilizando os princípios da força.



De todos os três levantamentos que compõem o Powerlifting , o supino é o mais técnico e mais desafiador até mesmo para praticantes avançados deste esporte.O supino é um levantamento que exige a compreensão de energia mecânica obtida através das leis do movimento e da força. A técnica é essencialmente o mesmo em todas as variações e estilos (pegadas fechadas ou abertas) individuais. 

Trabalho = Força x Distância 

Aplicação - Trabalho no sentido de powerlifting deve ser minimizada para maximizar os pesos movido. 

Distância é auto-explicativa; a distância que o peso deve ser transferida. Diminuindo a distância resultará automaticamente em menos trabalho. Minimizando o curso necessário para obter a barra do ponto A ao B (desde que o ponto A é bar na posição de bloqueio e o ponto B é barra no esterno) pode ser feito movendo-se lentamente o punho até o limite máximo legal. Isto irá diminuir imediatamente o curso para levantadores usando uma colocação de mão mais perto do que o permitido no bar. O próximo passo é melhorar o arco. Isso significa que o levantador não deve deitar no banco, mas deve colocar o seu corpo em forma, seus pés estão plantados no chão, tanto para trás quanto possível em direção a sua cabeça e seu corpo suspenso de suas pernas e ombros, que deve ser fixado firmemente no banco. A parte inferior dos glúteos devem fazer contato com o banco para satisfazer os regulamentos de powerlifting. Outra mudança para um levantador para diminuir o acidente vascular cerebral é a abduzir as escapulas e, assim, expandir o peito para cima e em direção a barra, reduzindo assim a distância que a barra tem de viajar para fazer contato com o peito. 

Força = Massa x Aceleração 

Massa é essencialmente o peso na barra, e aceleração é o quão rápido o levantador está se movendo a barra (lembre-se, isso é uma generalização, usada para provar um ponto). Quando a barra atinge o esterno depois de a parte excêntrica do movimento da barra tem uma velocidade zero. Após o comando "Press" pelo juiz, o levantador empurra com força na barra de tentar criar o máximo de aceleração possível para fazer a barra se mover em velocidade máxima. Isso acontece porque, em algum momento, dependendo do ponto fraco do levantador a barra vai perder força e começar a desacelerar. Este geralmente acontece no ponto médio da porção concêntrica do elevador.  Assim ganhando força antes do ponto de atrito vai ajudar o levantador para superar a inércia na parte mais difícil do elevador. 

Mais uma vez, o ponto de tudo isso é para provar que, para maximizar o desempenho de um levantador, o trabalho mecânico deve ser minimizada. 

Efeitos de movimento. 
Quando um objeto em movimento atinge outro objeto, maior é a sua dinâmica no momento do impacto, maior a força será. 

Aplicação. Desde o momento é o produto da velocidade e massa, aumentando o fator vai aumentar o impulso. Praticar esse exercício com as cargas necessárias na barra vai ensinar o corpo a desenvolver músculos com máximo recrutamento de fibras. 


A transferência de momento. 
Impulso desenvolvido em um segmento do corpo que é transferido para o resto do corpo enquanto só o corpo ainda se encontra em contacto com a superfície de apoio. 

Aplicação. A menos que o levantador se coloque na posição correta no banco e se mantenha firme, realizando o levantamento de uma base bastante estável, a força gerada pelo levantador não será transferida para a barra completamente. Qualquer pequeno movimento do corpo do atleta vai resultar num movimento ineficiente com perda de potência, resultando em um levantamento falho se um peso máximo está a ser tentada ou então num levantamento mais lenta se a tentativa for sub-maximal. 


Aceleração máxima e eficiência do movimento
Todas as forças disponíveis devem ser aplicadas sequencialmente, em tempo bom e, diretamente na linha do movimento. Movimentos estranhos ao movimento desejado corpo devem ser mínimo. 

Aplicação. As principais forças no supino, sequência essencial: 
1. Espremendo a barra tão quanto possível, mantendo a distância de um braço. 
2. Abaixando a barra no peito direto sobre o esterno. 
3 Pressionar através dos calcanhares no chão, ativando os quadríceps, glúteos, isquiotibiais e músculos da coluna torácica. 
4. Pressionando contra a barra para empurrar as escapulas contra o banco - devem ser pressionados sobre a parte exterior da palma da mão, como uma tentativa de quebrar a barra (para ativar tríceps ao máximo).
5. Segurar respiração durante todo o levantamento para maior estabilidade e expansão máxima no peito (contribuindo para a diminuição da amplitude de movimento) 

Princípio - forças contrárias em empurrar atividades. A quantidade de força aplicada a um instrumento concede a um objeto dependendo do momento combinado da implementação e do objeto no momento do impacto. Dada a implementação ocorre a redução a força propulsora. 

Contrações Musculares.
Contrações musculares fortes dos músculos envolvidos são essenciais para reduzir a perda de força, devido à elasticidade do corpo em ambas quando a barra de toque no peito, bem como o pulso, quando a força é aplicada à barra. Segure na barra deve ser firme, e as pernas deve empurrar fortemente os calcanhares. Deve ser tomado cuidado para colocar a barra para fora na palma da mão e do antebraço durante tanto quanto possível, para evitar a flexão do pulso, sobretudo no fim da fase de excêntrico e o início da fase subsequente concêntrica, o que resulta em perda de transferência de energia na barra. 


Força contraria armazenada temporariamente. 
Se uma superfície, implementar ou objeto usado em um desempenho tem elasticidade, então uma força aplicada produz curva ou compressão, o que representa a energia armazenada. 

Aplicação. Agachamento e supino os dois levantamentos que começam na fase excêntrica antes, (ao contrário do que se inicia o levantamento com a porção concêntrica), para adquirir e utilizar forca armazenada aplicar o ciclo alongamento-encurtamento dos músculos envolvidos durante essa fase, para carregar estes músculos com energia armazenada. Essa energia é liberada de volta para a barra após o comando "Press" dos juízes. Isto ajuda os elevadores durante a porção concêntrica do levantamento. 

(Durante Supino, os levantadores se encontram com a barra nas mãos com o braços estendidos  aguardando o comando "Start", sobre a qual eles levam a barra até o peito. Quando a barra está em um estado imóvel no peito o juiz principal, grita o comando "Press", sobre a qual a barra é pressionada para bloquear e permanece lá até que o juiz dá o comando "rack"). 


Alavancagem.
Ao alterar a quantidade e o tipo de alavancagem, ou velocidade (e distância) a força pode ser adquirida com o sacrifício do outro. 

Aplicação. O corpo humano possui articulações maioria dos quais são alavancas. Estas alavancas podem produzir velocidade e amplitude de movimento (distância) à custa da força. No entanto possuir membros curtos pode colocar o levantador em uma posição vantajosa em certos levantamentos. Levantadores podem tentar reduzir o seu comprimento do braço retraindo suas escapulas e obtendo uma maior aderência na barra, como explicado anteriormente. 

Força Total. 
A força total é a soma das velocidades de todos os movimentos que contribuem, se os movimentos são aplicadas em uma única direção, na seqüência correta. 

Aplicação. No momento de pressionar a barra para fora da caixa, a barra tem uma velocidade aproximadamente igual à soma das velocidades das alavancas que contribuem, que é pernas que empurram para o solo e os braços de pressão na barra. De modo a maximizar a velocidade, o levantador deve ser realizada na sequência adequada já discutido. Se a sequência adequada é aplicada, mas está fora do tempo, o levantador não vai produzir o levantamento eficaz. Momento requer prática considerável, uma vez que a redução do peso da barra e da pausa (durante o qual a energia armazenada nos músculos deve ser conservado) e as contrações subsequentes para aplicar a força máxima requer movimentos precisos. 


Duração de aplicação de força.
Se uma força constante é aplicada a um corpo, o corpo desenvolve uma maior aceleração pois a força aplicada aumenta. 

Aplicação. Para duração máxima (distância) da aplicação da força, o supino deve ser executado com hiperextensão das costas e escapular retração. A hiperextensão das costas permite um deslocamento mais curto, enquanto a retração escapular permite maior distância de estiramento dos músculos necessários para realizar a rotação interna do úmero, que são os músculos peitorais. Tudo isto permite uma duração máxima de força ao longo do levantamento. 
          
Força aplicada ao ponto de aplicação.
A força que provoca a projeção produz efeitos que variam em função do seu ponto de aplicação. 

Aplicação. A posição da barra nas palmas dos levantadores irá produzir a força desejada, se for mantido a uma posição sobre o pulso e não para os dedos. Sem contato com o centro da mao produz rotação e flexão do punho, resultando em menos força que está sendo transferido para a barra. 


Considerações finais 

           A análise dos mecanismos do supino é bastante detalhada; Contudo muitos detalhes foram omitidos, devido ao comprimento e espaço para o fazer. A essência da mecânica foram abordadas em uma tentativa de ajudar a eliminar erros comuns. Grandes forças foram identificadas com a seqüência e tempo.

           Para um supino ser executado com o máximo de sucesso, parte superior do corpo e flexores do quadril e trabalho de flexibilidade deve ser realizada várias vezes durante a semana. Isto irá permitir o levantador de exercer uma posição arqueada no banco de competição e retrair os ombros ao máximo. Também é recomendado para atletas de competição realizar o levantamento de três a quatro vezes por semana, para martelar a técnica em seus padrões de coordenação neuro-muscular, em vez da prática tradicional ocidental de realizar cada levantar apenas uma vez por semana. 



sexta-feira, 30 de maio de 2014

1º CAMPEONATO ESTREANTE PIAUIENSE DE FISICULTURISMO E FITNESS



CUIDADO AO COMPRAR SUPLEMENTO,O RESULTADO PODE SER CONTRARIO AO DESEJADO! ANVISA PROÍBE 20 LOTES DE SUPLEMENTOS PROTEICOS PARA ATLETAS.

Anvisa proíbe 20 lotes de Suplementos Proteicos para Atletas

28 de fevereiro de 2014
A Anvisa, junto com o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS), avaliou 25 marcas de Suplementos Proteicos para Atletas, diante de denúncias de irregularidades na quantidade de carboidrato e proteína declaradas na rotulagem.

Com a confirmação laboratorial da irregularidade, a Anvisa determinou a proibição da distribuição e da comercialização de 20 lotes de diferentes marcas. 
A Resolução consta do Diário Oficial da União (DOU) publicado nesta sexta-feira (28/02).

A composição real dos produtos é diferente daquela informada na rotulagem, o que caracteriza fraude contra o consumidor e prática desleal de comércio. Além disto, a ausência da declaração de soja na lista de ingredientes de alguns produtos pode implicar em risco à saúde de consumidores que tenham alergia a esse alimento.

Para identificar o real conteúdo das 25 marcas de Suplementos Proteicos para Atletas, foram realizados ensaios de carboidrato e proteínas, feitas análises de rotulagem e de identificação de substâncias não declaradas na lista de ingredientes, como amido, milho, soja e fécula de mandioca.

A legislação tolera uma variação de ± 20% nas quantidades de nutrientes declaradas no rótulo. Ainda assim, 20 produtos apresentaram problemas com a composição. Desses, 19 apresentaram valores de carboidratos superiores aos declarados e um (lote 08303 do produto Muscle Whey Proto NO2 da empresa Neo Nutri Suplementos Nutricionais Ltda) apresentou menos carboidratos do que a quantidade informada na tabela nutricional.

A Anvisa esclarece que os lotes proibidos não podem ser expostos à venda. Caso o consumidor identifique esses produtos em pontos de venda, deve denunciar o estabelecimento à vigilância sanitária de seu município.

A fiscalização também ocorrerá sobre as empresas fabricantes, que serão autuadas pelas autoridades sanitárias e podem sofrer advertência, apreensão e inutilização, interdição e ou multa, que pode variar de R$ 2.000,00 (dois mil reais) a R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais).
ResultadosEntre os produtos avaliados pela Anvisa, apenas um apresentou resultados satisfatórios para todos os ensaios: o produto 100% Pure Whey, da empresa Probiótica Laboratórios Ltda.

Os produtos 100% Whey Protein e 3 Whey Proto NO² da empresa Neo Nutri Suplementos Nutricionais Ltda apresentaram resultados insatisfatórios apenas para a rotulagem, mas as quantidades de carboidratos e proteínas estavam de acordo com as declaradas no rótulo.

Os três produtos que tiveram maiores variações para o ensaio de carboidratos foram:
 Whey NO2 Pro – Pro Corps (aroma idêntico ao natural de milho), para o qual foram detectadas 17,66g de carboidratos na porção, o que representa 1104% a mais do que o valor de 1,6g declarado na rotulagem do produto; Fisio Whey Concentrado NO2, que apresentou 9,5g de carboidrato na porção, ou seja, 869% a mais do que o valor de 0,98g declarado na rotulagem do produto; 100% Ultra Whey – Ultratech Supplements, onde foram detectadas 25,51g de carboidratos na porção, isto é, 750 %  a mais do que o valor de 3g declarado na rotulagem do produto.

Para 11 produtos verificou-se a ausência de declaração de ingredientes, como amido, milho, soja e ou fécula de mandioca no rótulo. A RDC 259/02 determina a obrigatoriedade de declaração de todos os ingredientes na lista de ingredientes, em ordem decrescente da respectiva proporção.

Para o ensaio de proteínas, sete produtos apresentaram composição divergente, em mais de 20%, do valor declarado na rotulagem. O produto Whey NO2 Pro – Pro Corps (aroma idêntico ao natural de milho), que também obteve o pior resultado para o ensaio de carboidratos, apresentou também a maior variação para o ensaio de proteínas: 245% a menos do que o valor de 25g declarado na rotulagem.

Para dois produtos, a Anvisa ainda aguarda a realização das análises de contraprova. Caso haja confirmação do laudo condenatório inicial, os lotes dos produtos também serão proibidos.

CAMPEONATO GAÚCHO DE DE POWERLIFTING,TERRA E SUPINO!

quinta-feira, 29 de maio de 2014

MOTIVAÇÃO

Nunca desista dos seus objetivos,insista quando quer chegar,a força da sua vontade pode ser maior e mais  importante do que a força do seu corpo e impussionando-o junto ao seu olhar aonde você queira chegar,lute,persista e confie em si mesmo que um dia conseguirá!

CAMPEONATO BRASILEIRO DE POWERLIFTING 2014!!!

Foto